Tereza Cristina prepara pacote de medidas infralegais para acelerar processos no agronegócio

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, anunciou em entrevista ao AgroMais, novo canal com 100% de informações do agronegócio, que prepara um pacote de medidas infralegais para acelerar processos técnicos para o setor, e vai enviar medidas a serem aprovadas no Congresso Nacional.

Segundo a ministra, são medidas que podem revolucionar o agronegócio e facilitar a vida do produtor rural. Tereza Cristina afirmou que vai trabalhar no diálogo com os presidentes da Câmara e Senado para mostrar a urgência de aprovar medidas.

“São medidas internas que podemos mudar de portarias, instruções, pedidos em excessos de informações, serão revistas, modernizadas, e melhorar a velocidade do processo. As legais, que demoram um pouco mais, até o final do ano estarão aprovadas no Congresso Nacional”, enfatizou a ministra.

CONHEÇA NOSSA ATUAÇÃO NO DIREITO TRABALHISTA. CLIQUE AQUI!

Mesmo em meio à pandemia do coronavírus, o setor do agronegócio apresentou um crescimento de 3,3% no primeiro trimestre, segundo a CNA. A ministra disse que o trabalho do ministério é para se preparar com antecedência dos acontecimentos e otimizar a tomada de decisão do governo.

“Nós temos trabalhado para anteceder o que pode acontecer, é uma coisa que ninguém nunca pensou passar. A agricultura e pecuária são serviços essenciais para alimentar 212 milhões de brasileiros. Então, o diálogo é importante, a velocidade de informação, para que a gente não tenha um buraco que possa prejudicar o abastecimento, interno e externo. O Brasil é confiável, entrega produtos de qualidade, o serviço sanitário não para um minuto”, disse.

A ministra Tereza Cristina ainda destacou a importância do AgroMais, para informar sobre o que acontece no setor do agronegócio em todo o Brasil. “Esse canal trazendo a informação correta, fidedigna, mostrando a realidade, o que é certo e o que não é certo. A realidade do Brasil é boa, eu desejo muito sucesso, podem contar com o Ministério da Agricultura para fornecer informações das mais variadas para o pequeno, médio e grande produtor, para prover boas informações”, finalizou.

Emissora promete programação qualificada 24 horas por dia

A Band reuniu, nesta segunda-feira (22), autoridades em Brasília para o lançamento de seu mais novo canal de televisão por assinatura, o Agromais. A emissora traz noticiário sobre o agronegócio brasileiro e mundial. É um canal sobre economia e negócios do campo.

A programação será composta por jornais que apresentam as últimas notícias, programas de debate, análises, cursos, cotações e, ainda, documentários e séries. Para isso, foi necessário montar um time de jornalistas e comentaristas específicos para a emissora.

O canal aposta no público que procura informações sobre o agronegócio e não encontra nas emissoras de televisão aberta e de notícias, na TV paga. O Agromais vê o setor no Brasil com muito potencial, tanto que o slogan é “Agromais. O poder da agroinformação”.

A nova emissora é integrada aos demais veículos do Grupo Bandeirantes, principalmente com o BandNews TV. Com isso, ocorrerá o intercâmbio de profissionais. Logo na estreia, o âncora do canal de notícias Eduardo Castro entrevistou, de improviso, o presidente da República Jair Bolsonaro.

Além do chefe do Planalto, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, também conversou com Castro. O terceiro entrevistado foi o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Diferentemente do irmão Terra Viva, o AgroMais promete ter 24 horas de programação qualificada, 100% voltada para o agronegócio.

(Fonte: Band | Observatório da TV | Foto: Guilherme Martimon/MAPA)